Home / DESTAQUE / HMB – Como usar, Contraoindicações e Efeitos colaterais

HMB – Como usar, Contraoindicações e Efeitos colaterais

hmb

Como é vendido

Era vendido em cápsulas

Não existe à venda legalmente no Brasil.

ANVISA:

“Os produtos HMB (BETA-HIDROXI-BETA-METILBUTIRATO) e o Cálcio-HMB- (hidroximetilbutirato) são classificados fora do país como suplementos alimentares. No Brasil, não temos a categoria de suplementos alimentares regulamentada. Se a empresa que estiver comercializando o produto, classificá-lo como “alimento para atleta”, o produto está ilegal no país, tendo em vista que na Resolução RDC n.18/2010 não há previsão de uso dessas substâncias.

Se a empresa estiver classificando na categoria de “novo alimento”, podendo ser utilizado por qualquer pessoa, deve ser avaliado quanto à segurança de uso e registrado na ANVISA. Até o momento, não temos registro de nenhuma dessas substâncias na ANVISA como alimento. “

Indicação

O HMB é um tipo de aminoácido de cadeia ramificada (BCAA) que é obtido pela quebra da leucina, ele é produzido pelo corpo humano em pequenas quantidades. Acredita-se que ele auxilia a síntese proteica, diminuindo o catabolismo que ocorre após os exercícios (quebra das proteínas dos músculos para gerar energia na recuperação dos exercícios intensos).

Uso para prática de atividade física

Acredita-se que o HMB auxilia a síntese proteica pós-exercício, diminuindo o catabolismo (quebra das proteínas) comum após os exercícios intensos, quando o corpo precisa de energia para a recuperação da musculatura lesionada e posterior hipertrofia.

A eficácia do HMB foi comprovada apenas em idosos para a redução da perda de massa muscular, quando associado a exercícios de musculação.

Contraindicações e efeitos colaterais

Alguns estudos sugeriram que o uso de HMB poderia estar associado a problemas renais. Porém existem outros estudos que contestam esse resultado, portanto são necessárias mais pesquisas sobre eficiência e segurança desse tipo de suplementação.

Altas doses de aminoácidos podem gerar sobrecarga no funcionamento do fígado e dos rins. Pessoas com problemas nestes órgãos devem obter liberação médica para seu uso.

 Colaboração: Jomar Souza, médico especialista em medicina do exercício e do esporte e diretor da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte – SBME

Scroll To Top
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE